menu
14 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
menu
14 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
fechar

POLÍTICA MT Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 14:14 - A | A

Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 14h:14 - A | A

DIREITA E ESQUERDA

"Estou de saco cheio desse debate de direita e esquerda", desabafa Mauro  em entrevista ao programa Pânico

Para ele, é necessário mudar a visão do brasileiro em relação à política e priorizar a qualidade das propostas dos candidatos em vez de votar por simpatia ou ideologia, entre "direita ou esquerda"

 

O governador Mauro Mendes (União) fez um desabafo em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, sobre a atual situação política do Brasil e a forma como as escolhas de candidatos são feitas,

 

Para ele, é necessário mudar a visão do brasileiro em relação à política e priorizar a qualidade das propostas dos candidatos em vez de votar por simpatia ou ideologia, entre "direita ou esquerda".

 

"Estou de saco cheio desse debate de direita e esquerda" afirmou Mauro.

 

Durante a entrevista, Mauro Mendes destacou a importância de escolher governantes responsáveis para cuidar do país, das finanças, da saúde e de outros aspectos que impactam a vida dos brasileiros.

 

Ele criticou a superficialidade dos debates políticos atuais, onde se discute mais sobre nomes do que sobre os problemas reais do Brasil, como a segurança pública e a dívida nacional.

 

O governador também comentou sobre a possibilidade de disputar a presidência nas eleições de 2026, afirmando que é cedo para pensar nisso e que é fundamental debater os problemas do país de forma mais profunda.

 

Ele revelou que chegou a considerar anular o voto nas eleições passadas devido ao foco em ataques entre os candidatos em vez de propostas concretas.

 

Diante disso, Mauro Mendes ressaltou a importância de um debate político mais sério e focado nos problemas reais do Brasil, em busca de soluções efetivas para os desafios enfrentados pelo país.

 

O seu desabafo reflete a insatisfação de muitos eleitores com a atual polarização e superficialidade dos debates políticos, ressaltando a necessidade de uma mudança de postura por parte dos políticos e dos cidadãos.

 
 

> Click aqui e receba notícias em primeira mão.


Comente esta notícia