menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
fechar

MUNDO Quinta-feira, 04 de Julho de 2024, 09:47 - A | A

Quinta-feira, 04 de Julho de 2024, 09h:47 - A | A

VEJA NÚMEROS

Vantagem de Trump sobre Biden é ampliada em nova pesquisa divulgada

Recentes pesquisas mostram uma oscilação significativa na disputa entre o ex-presidente Donald Trump e o atual presidente Joe Biden

TBN

 

Um novo panorama das intenções de voto para as eleições presidenciais de 2024 começa a tomar forma. Recentes pesquisas mostram uma oscilação significativa na disputa entre o ex-presidente Donald Trump e o atual presidente Joe Biden. De acordo com os últimos dados, Trump parece ganhar terreno, complicando a campanha de Biden para um segundo mandato.

Após um debate considerado desastroso por muitos analistas políticos, ocorrido na última quinta-feira em Atlanta, onde Biden pareceu tropeçar em suas palavras e ideias, a confiança dentro do Partido Democrata pareceu abalar-se. Muitos começam a questionar a viabilidade de sua candidatura diante de um adversário enérgico como Trump, que competirá novamente pelo Partido Republicano.

 

A queda após o debate: como estão as intenções de voto?

O debate em Atlanta não só marcou um momento difícil para Biden, como também refletiu nas pesquisas. Uma pesquisa divulgada pelo New York Times e Siena College nesta quarta-feira aponta que Trump agora lidera com 49% da preferência dos prováveis eleitores, contra 43% de Biden. Essa diferença de seis pontos percentuais pode ser crucial, especialmente levando em conta que antes desta pesquisa a diferença era de apenas três pontos.

 

Como a idade de Biden influencia a opinião pública?

Um dos fatores que adiciona uma camada de complexidade à candidatura de Biden é a sua idade. Aos 81 anos, parece haver uma crescente preocupação relacionada à sua capacidade de liderar o país por mais um mandato. Segundo a mesma pesquisa, 80% dos participantes do levantamento do Wall Street Journal acreditam que Biden é muito velho para se reeleger. Quase três quartos dos entrevistados pelo New York Times/Siena College compartilham dessa opinião, mostrando um aumento de preocupação desde o último debate.

Quais são as alternativas dentro do Partido Democrata?

Diante do cenário turbulento, discussões sobre possíveis substituições começam a surgir dentro do próprio Partido Democrata. Nomes como Kamala Harris, Gavin Newsom, Gretchen Whitmer, J.B. Pritzker e Josh Shapiro são cotados como possíveis candidatos a substituir Biden, caso ele decidisse desistir. Aproximadamente um terço dos democratas acredita que a melhor opção seria uma nova candidatura, apontando para uma significativa divisão de opiniões dentro do partido.

 

Com prazos legais se aproximando para a inclusão de candidatos nas cédulas eleitorais, a decisão sobre a continuidade de Biden como candidato do partido requer rapidez. Apesar das incertezas, a campanha de Biden, através de sua pesquisadora Molly Murphy, afirma que a corrida continua apertada e que não há intenções de desistir. A luta para manter a fidelidade e confiança do eleitorado parece ser árdua, mas essencial para as aspirações democratas.

 

 
 

> Click aqui e receba notícias em primeira mão.


Comente esta notícia