menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
fechar

THIAGO PACHECO Quarta-feira, 20 de Setembro de 2023, 11:50 - A | A

Quarta-feira, 20 de Setembro de 2023, 11h:50 - A | A

THIAGO PACHECO

Copom Hoje: Economistas aguardam novo corte de 0,5% na Selic

Por Thiago Pacheco* Com reunião marcada para esta quarta-feira (20), Copom de reúne para mais uma rodada, em que pese o período de pouco mais de um mês, passado da última reunião, não se observou grandes surpreses, contudo, especialistas de mercado e economistas das principais instituições aguardam a redução de mais 0,5 pontos na taxa Selic, esperando chegar em 12,75%. Vale lembrar que na última reunião o BC já reduziu a taxa em 0,5 pontos, surpreendendo o mercado, reduzindo a Selic que estava estacionada em 13,75%, sendo o maior nível desde 2016. No comunicado à época, o comitê informou que que os próximos cortes seriam igualmente implementados, o que gera toda a expectativa do mercado para reunião de hoje, afinal, historicamente, o não cumprimento de posicionamentos, como este, só ocorreu em casos extraordinários, de fatos relevantes entre uma reunião e outra. O Bacen tem representatividade na Política Econômica do país, e um não cumprir uma comunicação desta magnitude, mexeria demais com efeitos impactantes nessa política. O grande balanceador de como o Copom comunicará as perspectivas futuras de manutenção ou corte, estão entrelaçados na inflação e commodities, basicamente, para o cenário atual, fazendo uma rápida análise, como mencionamos aqui, obtivemos registros de deflação em alguns meses do ano, o que inclusive, influenciou na queda da Selic, entretanto, recentes aumentos de preços, como petróleo, deverão pressionar a inflação para cima, de olho em serviços, nosso principal segmento do PIB, com os números registrados em julho, apontam que não pressa no afrouxamento da taxa, o que se nota também, na resiliência das atividades domésticas. Ponto que BC não perderá de vista para o futuro da Selic, está o a depreciação da taxa de câmbio.   *Thiago Pacheco é especialista em finanças, mercado, controladoria, agronegócios e ESG, com mais de 20 anos de indústria financeira, com passagens em grandes bancos com presença internacional, além dos maiores players do agro. Professor e mentor para o mercado financeiro e de capitais, e ainda, fundador e CEO da Elevare Institute.  

Comente esta notícia