menu
14 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
menu
14 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
fechar

POLICIAL Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 15:23 - A | A

Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 15h:23 - A | A

ASFIXIADAS

Mulher é presa em Cuiabá por torturar e assassinar duas crianças; dez anos depois

As ações começaram na manhã de terça-feira no bairro Planalto, em Cuiabá, com a prisão de um homem de 40 anos.

 

 

A Polícia Civil de Mato Grosso, através da Gerência Estadual de Polinter e Capturas, realizou uma série de prisões significativas na última terça-feira (7). Cinco foragidos da justiça foram capturados em uma operação que se estendeu por várias horas, envolvendo diligências em Cuiabá e Várzea Grande.

 

As ações começaram na manhã de terça-feira no bairro Planalto, em Cuiabá, com a prisão de um homem de 40 anos. Ele foi detido em cumprimento a um mandado expedido pela Vara Especializada de Violência Doméstica da Capital, devido a acusações pendentes.

 

Logo após, a equipe da Polinter localizou um idoso de 61 anos no bairro Morada do Ouro, também em Cuiabá. Ele estava no pátio de um supermercado atacadista quando foi abordado e preso, em cumprimento a um mandado da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica.

 

Por volta do meio-dia, outro foragido foi capturado no bairro Pedra 90. Este indivíduo estava com um mandado de prisão emitido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Jaciara. As diligências continuaram, e o quarto suspeito, um homem de 55 anos, foi preso em sua residência no bairro Residencial Alberto Canelas, em Várzea Grande. Ele tinha um mandado pendente da 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

 

A última prisão do dia ocorreu novamente no bairro Morada do Ouro, onde uma mulher de 30 anos foi detida. Ela era procurada por um crime hediondo cometido em dezembro de 2013, envolvendo o homicídio qualificado de duas crianças em Cáceres. A mulher, juntamente com dois adolescentes, foi acusada de asfixiar os irmãos Greison e Greivison Azevedo Ribeiro, de 9 e 8 anos, respectivamente. O crime foi marcado por extrema crueldade e aparentemente motivado por uma desavença familiar. Uma terceira criança, de 5 anos, também foi levada ao local do crime, mas conseguiu escapar.

 

Após as prisões, todos os detidos foram levados à sede da Polinter para as devidas providências legais e posteriormente encaminhados para audiência de custódia, ficando à disposição do Poder Judiciário. Esta operação destaca o contínuo esforço da Polícia Civil em garantir a segurança e a justiça no estado de Mato Grosso.

 

> Click aqui e receba notícias em primeira mão.


Comente esta notícia