menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
menu
18 de Julho de 2024
facebook instagram whatsapp
lupa
fechar

THIAGO PACHECO Terça-feira, 29 de Agosto de 2023, 12:48 - A | A

Terça-feira, 29 de Agosto de 2023, 12h:48 - A | A

THIAGO PACHECO

Segundo especialistas, MP que irá taxar os fundos super-ricos não será suficiente para saldar déficit.

Por Thiago Pacheco* Editada nesta segunda-feira (28), pelo Governo, a MP que visa a compensação da tabela de imposto de renda, alterando as regras para a taxação dos fundos super-ricos, que irá contribuir, mas não resolver, o déficit fiscal do ano que vem, o que indicam especialistas do mercado. A MP ainda estabelece o reajuste de salário-mínimo. Conforme análise da IFI (Instituição Fiscal Independente do Senado), o déficit, sem considerar os fundos de investimentos, giram em torno de R$ 100 bilhões. Muito provavelmente esta MP virá acompanhada de outras, uma vez que a perspectiva de taxação aos fundos super-ricos, chegará na ordem de R$ 13,3 bi, bem distante do número ideal para minimamente zerar o déficit, como previsto pelo governo, e comentando aqui na edição passada. O mercado vem observando cada vez mais uma diversidade sob posicionamento do Governo, onde de um lado se constata questões fiscais, naturalmente, de extrema relevância, e por outro, uma direção para elevar o poder de compra da população, com medidas de aumento de gastos, como a possibilidade da criação de novos ministérios. Vale considerar que aumento de gastos, para melhor o poder de compra, pode ser uma estratégia um tanto perigosa, e vale voltarmos na nossa história, pelo menos uma década, e constatar a crise que passamos. Poderemos presenciar um cenário adverso no futuro se minimamente, e novamente, não obtermos responsabilidade fiscal. *Thiago Pacheco é especialista em finanças, mercado, controladoria, agronegócios e ESG, com mais de 20 anos de indústria financeira, com passagens em grandes bancos com presença internacional, além dos maiores players do agro. Professor e mentor para o mercado financeiro e de capitais, e ainda, fundador e CEO da Elevare Institute.

Comente esta notícia