Vereador renuncia parte de verba indenizatória para instalar protocolo eletrônico

Vereador renuncia parte de verba indenizatória para instalar protocolo eletrônico

- em Política
Comentários desativados em Vereador renuncia parte de verba indenizatória para instalar protocolo eletrônico
AssessoriaAssessoria
Para mitigar os riscos de atos ilegítimos assim como para promover mais organização, o vereador Gilberto Figueiredo (PSB) propôs à mesa diretora da Câmara Municipal de Cuiabá, a implementação de um sistema eletrônico de protocolo de documentos. O requerimento do vereador foi realizado durante a sessão ordinária desta quinta-feira (8).
De acordo com o vereador Gilberto, o software para o sistema eletrônico de protocolo custa menos R$ 300 por mês e estaria de acordo com as recomendações do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
“A Câmara Municipal não pode mais depender de um sistema manual de protocolo, isso porque da forma como está sendo feito, produzem-se muitos riscos de erros e perdas de informações, o que pode prejudicar demandas importantes e de interesse público”, destacou o vereador.
Gilberto Figueiredo enfatizou que se for necessário, abre mão até mesmo de parte da verba indenizatória que recebe para o custeio das despesas de seu gabinete para garantir que o sistema eletrônico seja implementado.
“O investimento em um sistema de protocolo eletrônico acompanhado de uma regulamentação quanto ao uso do mesmo, será garantidor de mais agilidade e otimização para a Câmara, e principalmente, para os cidadãos e organizações governamentais e privadas que demandam junto à Câmara Municipal de Cuiabá”, defendeu o vereador Gilberto Figueiredo.

Facebook Comments

Veja também

Medeiros integra coordenação nacional da campanha de Bolsonaro

Eleito deputado federal em 7 de outubro, com