Nick Cave: ‘Brasil teve um grande impacto em mim’

Nick Cave: ‘Brasil teve um grande impacto em mim’

- em Curiosidades
Comentários desativados em Nick Cave: ‘Brasil teve um grande impacto em mim’

(Foto: Fabrício Vianna) Nick Cave em São Paulo

Leia mais’Hear Me Now quebrou barreiras’, diz Zeeba, atração do Z …Nick Cave e o show mais visceral da atualidade
O bom filho a casa torna. Nick Cave, cantor australiano que morou no Brasil entre 1990 e 1993, está no país após 25 anos para o tão aguardado show que fará em São Paulo, junto de sua visceral e inseparável banda, a Bad Seeds. A apresentação única, trazida pela Popload Gig, acontecerá domingo, 14, no Espaço das Américas.
O trovador atendeu a imprensa em coletiva realizada nesta quinta, 11, e falou de diversos assuntos, além de relembrar com muito carinho da época em que viveu em São Paulo. “O Brasil teve um grande impacto em mim. Foi um impacto não intencional. Não vim aprender a cultura, vim porque me apaixonei e acabei ficando”, disse ele, que foi casado com a brasileira Viviane Carneiro por seis anos. Ambos tiveram um filho, Luke Cave, atualmente com 27 anos.
Confira como foi:
(Foto: Fabrício Vianna) Nick Cave em São Paulo
Brasil
“O Brasil teve um grande impacto em mim. Foi um impacto não intencional. Não vim aprender a cultura, vim porque me apaixonei e acabei ficando. É muito difícil viver no Brasil sem sofrer influências. Eu vivi aqui, mas não acho que a música brasileira teve efeito em mim. Eu a amava, mas acho ela muito difícil, muito esperta. Os ritmos estão além de mim”.
São Paulo
“Eu me sinto ligado a esse lugar, mas faz 25 anos que não piso aqui. É uma torrente de emoções. É emocionante voltar. Algumas das noites mais prazerosas da minha vida passei aqui”. 
“Cheguei hoje e vim olhando São Paulo pela janela do carro. Foi estranho. Parece que a cidade está mais limpa. Há 25 anos não era um lugar que entraria em um guia turístico”.
Uma saudade
“O Bar do Pedro (Mercearia São Pedro, na Vila Madalena). Passei alguns dos dias mais emotivos e divertidos da minha vida naquele lugar. Era uma época diferente, em que eu podia simplesmente sentar em um bar, beber e ficar quieto, lendo algum livro. Pretendo voltar lá para encontrar o Pedro”. 
Política no país
“Me parece que está acontecendo um novo nível de ódio. Você acha que as coisas estão melhorando, no sentido de que várias questões importantes para nós estão evoluindo. Mas, de vez em quando, sempre aparece alguma coisa como o Trump, por exemplo, que manda tudo de volta para a Idade das Trevas, o que parece estar acontecendo aqui. Isso é muito desgastante. Mas, se você se distanciar disso e olhar para trás, verá que o mundo melhorou muito”.
Roger Waters
“Sabe, não quero salvar o mundo. Deixo esse trabalho para o Roger Waters (os dois músicos não se bicam devido a uma divergência sobre shows em Israel – e curiosamente estão hospedados no mesmo hotel em São Paulo). Minhas músicas não desafiam a sociedade, mas sim as pessoas que a escutam. Quero fornecer uma experiência transformadora, esperando que as pessoas saiam do show restauradas de alguma coisa”.
Religião
“Religião sempre teve um papel importante em tudo o que eu faço, no sentido de que estou sempre questionando, sempre tentando trabalhar o meu posicionamento, no qual nunca consegui me definir”.
Novo álbum
“No novo trabalho estou indo na mesma direção de ‘Push The Sky Away’ e ‘Skeleton Tree’, só que indo muito mais longe. Formará uma trilogia com os dois anteriores”.
Turnê na América no Sul
“Está sendo extraordinária. Bem diferente das outras vezes que passei por aqui. Na época (em 1989, quando fez dois shows em São Paulo e um no Rio de Janeiro) tocamos em clubes menores para um público ambivalente, algumas pessoas gostavam, outras não. Agora, o público tem sido incrível, fica vidrado desde o começo. É assustador. Parece que somos como os Beatles (risos)“.
Show no Brasil
“Como será o último show da turnê sul-americana, será uma paulada.Vou explodir a cabeça de vocês”.

r7ad.printGAds([300, 250], ‘Island’);

Mostrar legenda

Ocultar legenda

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Nick Cave: coletiva

Créditos: Fabricio Vianna

Mais galerias

Peter Hook em São Paulo – 2018

Roger Waters em São Paulo – 2018

Ozzy Osbourne no hospital

Mais galerias

Peter Hook em São Paulo – 2018

Roger Waters em São Paulo – 2018

Ozzy Osbourne no hospital

Fechar X

(function($) {
$(document).ready(function() {
initialize_virgula_gallery(‘#virgula-gallery-1294334’);
});
})(jQuery)

SERVIÇO:
Popload Gig com Nick Cave & The Bad Seeds
Quando: 14 de outubro de 2018 (domingo)
Onde: Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo – SP)
Abertura da casa: 18h
Início do show: 20h
Censura: 18 anos
Acesso para deficientes: sim
Ingressos online: www.ticketload.com

Fonte: Vírgula UOL

Facebook Comments

Veja também

Famosos ajudam desabrigados e bombeiros durante incêndios na Califórnia

Dois incêndios de proporções gigantescas afetam o estado