Médico acusado por homicídio e sua mãe seguem para presídio no Rio

Médico acusado por homicídio e sua mãe seguem para presídio no Rio

- em Brasil
Comentários desativados em Médico acusado por homicídio e sua mãe seguem para presídio no Rio

O médico Denis Furtado, conhecido como Doutor Bumbum, e sua mãe, Maria de Fátima Furtado, deixaram a 16ª Delegacia de Polícia, na Barra, com destino ao presídio José Frederico Marques, em Benfica. Segundo a delegada titular, Adriana Belém, eles prestaram depoimento durante toda a noite com objetivo de esclarecer pontos sobre a morte da bancária Lilian Calixto, ocorrida no último fim de semana.

Ambos foram presos na tarde de ontem (19), pela Polícia Militar (PM), quando estavam no escritório de seu advogado, Marcus Braga, em um conjunto comercial na Barra. Segundo a delegada, já havia sido combinado com a defesa a entrega dos dois na delegacia, mas a PM acabou se antecipando e efetuando a prisão.

Durante coletiva de imprensa, realizada na própria delegacia, Denis Furtado alegou que Lilian saiu da mesa de procedimentos lúcida e caminhando, mas que começou a se sentir mal e foi encaminhada, por ele, ao Hospital Barra D´Or. O médico disse que não sabia dizer o que ocorreu com a paciente, depois que ela entrou no hospital.

Hospital

Em nota à imprensa, o hospital afirmou que prestou adequado atendimento a Lilian e que acionou as autoridades que apuram o fato.

“A paciente deu entrada na emergência do hospital, no dia 14, por volta das 23h, em quadro extremamente grave, não responsivo às manobras de recuperação e foi a óbito à 1h, do dia 15. Em momento algum houve impedimento ao acesso de qualquer profissional, familiar ou acompanhante – respeitando as regras internas da unidade. O hospital ressalta ainda que o acompanhamento de pacientes por seus médicos assistentes é uma rotina”, disse o hospital.

O médico disse aos jornalistas que não pôde acompanhar sua paciente nem o tratamento dispensado a ela durante a internação no Barra D´Or.

Fonte: Agência Brasil

Facebook Comments

Veja também

Exército identifica segundo militar morto em operação no Rio

O Exército identificou o segundo militar morto na