Estudo revela queda no númeo de crimes na Capital e em VG

Estudo revela queda no númeo de crimes na Capital e em VG

- em Cidades
Comentários desativados em Estudo revela queda no númeo de crimes na Capital e em VG
Foto: PJC-MTFoto: PJC-MT

De 1º de janeiro a 31 de março deste ano, Cuiabá e Várzea Grande apresentaram reduções nos crimes de homicídio, roubo, furto e latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Os dados são da Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) ,

Em Cuiabá, foram registrados 1.926 roubos no primeiro trimestre, e no mesmo período do ano passado foram 2.707 casos. A redução foi de 28,8%. Já em Várzea Grande, de janeiro a março foram registradas 1.070 ocorrências, enquanto que nos primeiros 90 dias de 2016 foram 1.539, ou seja, uma queda de 30%.

Ainda na Capital, os crimes de roubo seguido de morte reduziram 66%. Já em Várzea Grande, a redução foi de 33%.

Casos de roubo de automóveis baixaram 34% na Capital e 36% em Várzea Grande, e casos de roubo de motocicletas reduziram tiveram uma redução de 58% em Cuiabá e 63% na cidade industrial.

Entre os modelos de motos e carros mais recuperados ou localizados, de janeiro a março deste ano, estão: Honda CG 125/150 cilindradas, Honda Biz 100/125, Gol, Uno, Factor YBR 125, Pálio, Strada, NXR Bros 125/150, XRE 300, Hillux e Voyage.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, os dados apresentados mostram que a integração entre as forças de segurança tem feito a diferença no combate à criminalidade. “A Polícia Militar e a Polícia Civil, em especial, têm se empenhado muito no combate ao crime, na ação ostensiva qualificada, com base nas análises criminais, a resolutividade dos inquéritos policiais e, acima de tudo, o comprometimento dos policiais que estão lá na rua, dos investigadores, dos escrivães, os delegados, os oficiais e praças da PM, que trabalham incansavelmente para dar mais segurança ao cidadão. Apesar dos números, ainda temos muito a melhorar, mas estamos no caminho certo”, avaliou.

Queda de 94% na taxa de homicídio

A cidade de Várzea Grande registrou 94% de queda em homicídios no mês de março deste ano. É o menor registro deste crime, em comparação ao mesmo período dos últimos três anos. Em 2017, foi constatado um homicídio, enquanto em 2016 foram 16 casos e, em 2015, houve sete assassinatos. O município também registrou a maior queda no trimestre, comparado com os últimos três anos. Em 2017, foram 17 homicídios, enquanto em 2016 foram 47 ocorrências e, em 2015, 27 registros.

Cuiabá também diminuiu os números de homicídios no mês passado. A redução foi de 33%, se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 24 crimes de homicídio. Em 2017, o mês de março fechou com 16 casos.

“Os números demonstram o esforço diferenciado da Polícia Militar em garantir um policiamento técnico, reconhecendo onde os problemas criminais ocorrem. Nos últimos meses, em função do incremento de efetivo, pudemos ampliar a polícia ostensiva distribuindo nossas ações e efetivos em territórios onde os índices de violência são mais expressivos”, declarou o diretor operacional e subchefe do Estado Maior, coronel PM Heverton Mourett.

O titular da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), André Renato Gonçalves, disse que a Polícia Judiciária Civil atua para garantir uma pronta resposta aos casos de homicídios. “Nosso trabalho é repressivo. Buscamos a excelência na investigação para apontar as motivações e os suspeitos de cada crime”, ressaltou.

Facebook Comments

Veja também

Polícia prende integrante de quadrilha que age em roubos de residências e veículos

Monitorado por tornozeleira eletrônica e com  antecedentes criminais,