Corrida no Judiciário resulta em oito toneladas de alimentos para doação

Corrida no Judiciário resulta em oito toneladas de alimentos para doação

- em Cidades
Comentários desativados em Corrida no Judiciário resulta em oito toneladas de alimentos para doação
Foto: TJ-MTFoto: TJ-MT

A IV Corrida de Rua do Judiciário realizada neste domingo (30 de julho), resultou em 750 cestas básicas, cada uma com um pouco mais de 11 quilos. Somando um total de oito toneladas de alimentos.

Além de promover a prática do exercício físico para melhoria da qualidade de vida, também teve o objetivo de angariar cestas básicas que serão doadas para instituições filantrópicas.

A inscrição de cada participante gerou uma cesta com os seguintes alimentos: arroz (cinco quilos), feijão (dois quilos), açúcar (dois quilos), macarrão (dois pacotes de 500g), café (250g), óleo (900ml) e molho de tomate (duas unidades de 340g).

De acordo com uma das organizadoras da Corrida do Judiciário, Cláudia Marcondes, não há um número fixo de instituições que serão beneficiadas, já que o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), por meio do programa Bem Viver, recebe muitas solicitações de doações.

“Algumas das comunidades são a Casa da Mãe Joana, Abrigo Bom Jesus de Cuiabá, comunidade do bairro Sucuri, bairro Doutor Fábio e outras que procurarem a nossa ajuda. Toda edição da Corrida temos pessoas que entram em contato pedindo doação e nós sempre ajudamos”.

Cláudia lembra que quando a Corrida do Judiciário iniciou, há quatro anos, o objetivo principal era estimular a prática de uma atividade física saudável, porém os servidores traziam filhos, maridos, esposas e parentes e, no ano seguinte, precisaram fazer um evento mais organizado e profissionalizado. “A partir de então começou a vir um número maior de pessoas de fora, as equipes também, que hoje têm suas tendas dentro da sede do tribunal. É tudo muito mais organizado, sem falar na arrecadação das cestas básicas, um número muito mais considerável”.

A coordenadora do Programa Bem Viver, Gissele Nince, ressaltou o sucesso que foi a IV Corrida do Judiciário e disse que isso só foi possível graças ao envolvimento e parceria das coordenadorias do TJMT e dos servidores envolvidos. “A Corrida tem essa finalidade também, a integração. Várias coordenadorias, como a Infraestrutura, Militar, Escola dos Servidores e assessores da Presidência, entre outros, foram parceiros e é bem bacana ver todo esse trabalho em equipe”.

Neste ano, além da barraca com as medalhas para todos os participantes, houve também um espaço para alongamento com as fisioterapeutas do Bem Viver, barraca de água para manter a hidratação e barraca de frutas para os participantes

Gissele disse que sempre depois da Corrida são feitos os ajustes necessários para a próxima edição, já que o objetivo é aperfeiçoar a cada ano. “Agora a gente descansa um pouco e começa a programar a próxima Corrida e sempre fazendo os ajustes necessários para que tudo corra bem. Na próxima edição a ideia é tentar valorizar mais os grupos de corrida e principalmente os servidores”.

Facebook Comments

Veja também

Polícia prende integrante de quadrilha que age em roubos de residências e veículos

Monitorado por tornozeleira eletrônica e com  antecedentes criminais,